Pato Sardá

Licenciada em Comunicação Audiovisual pela Universidad Complutense de Madrid e estudante de gradução em Antropologia Social e Cultural pela UNED (Universidad Nacional a Distancia, Madrid). Já morou na Suíça, nos Estados Unidos, na Espanha natal e atualmente, está instalada em Brasília.


Sua atuação no cinema se desenvolve em diversas áreas.
Dirigiu o curta-metragens Enganchados (UCM, Madrid, 2009); Arcilla sobre Asfalto (Imaginari@, Madrid, 2010); os videoclips Cuídale, enséñale, respétale (El Chiky, Madrid, 2011) e Caen los ángeles (CLC, Madrid, 2012); e os documentários A rota do escravo (Unesco, Brasília, 2012) e Marcas de uma estrada griô (ArteViva, Brasília, 2013).


Como Diretora de Fotografia, destacam-se os documentários A jangada de raiz (Edson Fogaça, Brasília-Ceará, 2012); Babilônia Norte (Rodoferrô, Brasília, 2013); A Serra da Capivara (Unesco, Piauí-Brasília, 2013); o DVD 3×4 de Oswaldo Montenegro (OM Produções, Rio de Janeiro, 2014); e o curta-metragem Setor Complementar (3Conto, Brasília, 2015).


Em 2017 ganha o prêmio de Melhor Direção de Arte na Mostra Brasília do 50o Festival de Brasília Cinema Brasileiro com o curta-metragem O menino leão e a menina coruja (Rodoferrô, Brasília, 2017).

Contato:

(61) 99844-0202

info@patosarda.com.br