Lorena Cardoso

Lorena dirigiu, fotografou e produziu junto com Fernanda Estevam o curta documentário “O Sonho Quando Ginga”, como projeto de conclusão de curso. Exibido no Festival Favera, na Mostra Ocupa a Praça e no Festival de Inverno de 2015 durante a 2ª Virada Cultural.

 

Atuou como logger na série Mostra Tua Cara (2015) de Silvia Godinho, como logger e video assist no longa Luna de Cris Azzi, (2016), selecionado para o 51º Festival de Brasília de Cinema Brasileiro, 20° Festival do Rio e premiado como melhor longa no Panorama Internacional Coisa de Cinema.

 

Atuou como video assist na série Sou Amor (2017) também de Cris Azzi e André Amparo, que foi exibida no canal Rede Minas. como segunda assistente de câmera no longa A Cor Branca (2017) de Afonso Nunes, selecionado para o Olhar de Cinema - Festival Internacional de Curitiba e selecionado para o programa Encontros com o Cinema Brasileiro promovido pela Ancine.

 

Segunda assistente também na série Veredas do Brasil (2017) de Silvia Godinho e Cris Maure.

 

Atuou como DIT no longa de Helvécio Ratton e direção de fotografia de Lauro Escorel, O Lodo (2019), o qual se encontra na fase de finalização.

 

Dirigiu a fotografia do curta Peixe (2018) selecionado até então em 18 festivais, como a 22ª Mostra de Cinema de Tiradentes, 30º Kinoforum, o 4º MOV Festival Internacional de Cinema Universitário de Pernambuco e KQFF - Korea Queer Film Festival. Ganhador do prêmio Menção Honrosa no 6º Lumiar Festival Interamericano de Cinema Universitário e de 3 prêmios no 2º Transforma - Festival de CineDiversidade de SC, sendo melhor filme, melhor direção, e melhor atriz.

Contato:

(31) 99229-6699

lorenacardoso@msn.com