Emília Silberstein

Graduou-se em Comunicação Social na Universidade de Brasília, com habilitação em Audiovisual (2011), cursou o mestrado na mesma instituição na linha de Teorias e Tecnologias de Comunicação (2016). 

 

Fez direção de fotografia e operação de câmera para filmes em digital como Bartleby (dir.: Rafael Lobo), Ninguém nasce no paraíso (dir.: Alan Schvarsberg), O Prólogo (dir.: Gabriel Marinho), Palhaços Tristes (dir.: Rafael Lobo), O Encontro (dir.: Ivan Gajic), Confinado (dir.: Rafael Lobo), A Flor da Pele (dir.: Luciana Newton), 00:01 (dir.: Leonardo Martins), De muro a muro (dir.: Marina Watanabe e Rebeca Damian), Procedimento Hassali ao Alcance do seu Bolso (dir.: Saulo Tomé), 32 mastigadas, 16N 16S (dir.: Maria Vitória Canesin) e Memórias Finais da República de Fardas (dir.: Gabriel Marinho). 

Contatos:
emiliasilberstein@gmail.com